segunda-feira, 13 de novembro de 2017

PRECISAMOS FALAR SOBRE SAÚDE MENTAL.

Imagem relacionada


  Quem me acompanha sabe que estava em ano de vestibular até ontem. Pois bem, acabei a prova e, arrasada, cheguei em casa e fui assistir um filme chamado "Póstumos" - daí surgiu minha inspiração para escrever esse post e ter um novo recomeço-. O filme conta sobre um artista maravilhoso que caiu no fundo do poço por não ter o reconhecimento merecido e foi dado como morto, após um homem assassinado ser encontrado com sua bolsa de artes. Logo após esse episódio, sua arte passa a ser valorizada como nunca. (assistam ao filme). Ok, onde quero chegar falando sobre isso? Ao longo do ano estudei 12 horas por dia, dei o meu máximo e me cobrei demais. Tive um saldo de um cóccix torto por ficar horas sentada, um grau elevado de refluxo, enxaquecas e ansiedade. Esqueci do blog, esqueci dos meus amigos (hello friends, estou de volta), esqueci quem eu era, abdiquei da minha saúde. Chorei por horas, perdi noites de sono, engordei 12 quilos e me tornei uma pessoa explosiva. No final, sofri um baque enorme e estou aqui, nesse exato momento, ansiosa para janeiro e com medo do que minha família e amigos vão pensar caso o resultado não seja o esperado. Porém parei, refleti e vi que dei o meu melhor e sempre darei. Eu reconheço meu esforço e ninguém, além de mim, pode dizer ao contrário. Então, quando dizerem pra você que o que fizeste não foi o suficiente, que você deveria se esforçar mais e te compararem com alguém, não desista do seus sonhos. Desista de quem te disse isso. Não abdique jamais da sua saúde mental, faça tudo no seu tempo. A vida é longa e seu caminho está trilhado. Nós sempre temos duas vidas: aquela que vivemos e aquela que gostariamos de ter. Mas a ansiedade e a dúvida acabam entrando no caminho e atrapalhando o que pode ser desenvolvido com todo o nosso potencial, então pinte em sua mente uma imagem de confiança e você se colocará em uma condição favorável ao seu objetivo.

Nenhum comentário:

Postar um comentário