segunda-feira, 13 de julho de 2015

Vitória Moda - Terceiro Dia


Olá amores! Hoje se inicia o fim da cobertura da semana de moda e para encerrar contarei para vocês os detalhes das sete últimas marcas que desfilaram. Então bora começar? 

A primeira marca da noite foi a Verônica Santolini, que trouxe para a passarela peças feitas artesanalmente com a técnica do macramê. A estilista ousou nas cores fortes e na sofisticação que vai invadir as praias neste verão. 
Logo após, ocorreu o desfile da marca Florest, que destacou a aproximação do homem com a natureza, resgatando toda a liberdade. O Estilista da marca disse que a inspiração está no valor da troca, pois é da natureza que retiramos todas as energias e sensações necessárias e devolvemos com bons hábitos, respeito e preservação, dando vida a um estilo único, leve e despojado.
Florest Verao 2016 Vitoria Moda 2015
Em seguida desfilou a última marca do primeiro bloco, a Sol de verão. A marca veio com uma moda praia sofisticada que privilegia a sensualidade da mulher brasileira. Foram usados rendas, tecidos tecnológicos e estampas tropicais nas confecções das peças, para formar uma coleção que promete invadir as praias mais badaladas.
No segundo bloco, a primeira marca a desfilar foi a Hagaef que chegou literalmente abalando e mostrando todo o potêncial da marca  com a sua coleção "ATRAVÉS DO OLHAR". A marca buscou ver através dos significados expressados na imagem, na moda e na arte a ausência da lógica, adoção de uma realidade “maravilhosa", exaltação da liberdade de criação e, entre o contemporâneo e o surrealismo, dar à coleção uma visão lúdica e instigante com materiais variados, mas que se interagem atrás de uma leitura de moda, mesmo que conceitual.
Em seguida desfilou a marca Turquesa, que foi Inspirada na cultura de um dos países mais místicos do mundo: A Índia. A coleção foi composta de Cores vibrantes e fortes, como coral, terra, azul royal, vermelho, amarelo e pink dão vida às criações e estampas com  elementos característicos da cultura indianacomo elefantes, borboletas, anjos, mandalas e vitrais.
A penúltima marca da noite foi a Surreal, que levou para as passarelas  um retrato da juventude do século XXI, cada vez mais audaciosa, acelerada, conectada e global. A juventude digital.  Na cartela de cores, o branco predomina com suas nuances e o preto aparece nos materiais futuristas e uma pegada street e esportiva ao mesmo tempo. 


Para fechar a noite com chave de ouro, ocorreu o desfile da Konyk . A coleção, feita pelo estilista Mauro Amorim, trouxe propostas com looks inspirados na iconografia capixaba, além de exibir tendências do verão15/16 onde o homem, cada vez mais, valoriza a moda buscando exaltar o seu estilo. Os pontos fortes do desfile são as estamparias de beija-flor e orquídeas, manguezal de Vitória, coroa do frontispício da Capela Santa Luzia e o piso do Palácio Anchieta, sendo que o piso do palácio Anchieta foi transformado numa estampa estilo gravataria que é uma grande tendência. Nas cores, foram usados o branco, rosa e azul para celebrar a bandeira do Espirito Santo. O desfile contou com a presença do ator Thiago Martins e com a banda de congo do ES. 
O look que eu usei no último dia foi mais despojado e quem me acompanha no instagram já viu em primeira mão!  Checklist: Chapéu- Riachuelo/ Mochila,vestido, cordão- Renner/ Coturno- Ana Merotto Shoes.



Eai, gostaram? Quem já está animado para o próximo ano? 
Um beijão,
Gabi Ullrich. 

Um comentário:

  1. Que gracinha que voce é flor! adorei as fotos,parabens!
    segui teu blog como Mary Martins,retribui?
    http://meninadesencanada.blogspot.com.br

    ResponderExcluir